Inovação e colaboração

“Este momento representa muito para nós. Fazer um evento exclusivo da Empresa 1, para falar sobre inovação e colaboração e, junto com os nossos clientes e parceiros, estudar novas formas de encarar os desafios no transporte urbano”. Essa frase foi dita por  Érico Moraes, cofundador e atual presidente da Empresa 1, em seu discurso de abertura no 3º SEMINÁRIO EMPRESA 1.

Um encontro pautado na importância do olhar para o cliente do transporte como forma de oferecer um serviço mais atraente e competitivo.

Não há mais tempo a perder!

O compromisso de se reinventar vale para todas as empresas que estão no setor: operadores, setor público e indústria. A mudança do mundo offline para o online abriu portas para novos entrantes e deu outro significado a palavra coletivo.

Se olharmos para a história desse setor, lembramos de uma época em que o importante era que a solução funcionasse de forma independente. Cada cidade com uma solução proprietária, com suas próprias regras e processos de segurança.

Este tempo passou, a tecnologia evoluiu e, hoje, vivemos em rede, totalmente conectados. Portanto, o nosso jeito de trabalhar também precisa evoluir. Apesar de estarmos em uma fase de transição (sim, mesmo olhando para frente, ainda estamos em transição): não tem como ter transporte sem ter tecnologia.

Como provedores de tecnologia, temos o desafio de aprofundar em todos os aspectos dessa transição para oferecer novos recursos para as empresas responsáveis pela operação do transporte público urbano.

 

Inovação e colaboração

Em dezembro de 2018 a Empresa 1 passou a fazer parte do grupo Volaris, tendo a oportunidade de se aproximar de empresas de software de diversos países para entender como elas estão se reinventando. No segmento de transporte, por exemplo, temos acesso à Trapeze, líder no mercado americano com soluções de ITS e gestão de transporte para todos os modais, entre outras companhias de atuação global.  Apesar de serem realidades diferentes, conseguimos perceber que as práticas de inovação que vem sendo adotadas por essas empresas estão muito voltadas para o ambiente de inovação colaborativa. Uma inovação que dá voz aos clientes e usuários dos produtos.

Uma das formas que temos de acertar nesse novo caminho, é ajudando o nosso cliente a fazer o mesmo. É vital para a indústria e todos os seus provedores aproximar do cliente final – ainda muitas vezes chamado de passageiro.

O desafio é a inovação compartilhada. Não cabe mais hoje no mercado uma empresa que apresenta soluções rígidas e pouco flexíveis. A base da inovação atual, seja de hardware, software, passa pela integração. E integração também é colaboração.

Para mostrar que estamos trabalhando nessa direção, dividimos o espaço do SEMINÁRIO EMPRESA 1 com grandes parceiros, como Mastercard, Visa, Elo, Cash Solution, C6 Bank, Ecobonuz. Mas além disso, dividimos o espaço com nossos clientes.

Não tem mais volta. Este é o momento no qual devemos trabalhar de forma colaborativa para desenvolver soluções novas dedicadas às realidades de cada cidade do Brasil. Devemos conhecer mais o nosso cliente e adequar a nossa solução em cima da sua realidade. Não cabe mais a forma antiga de desenvolvimento onde as empresas criam sua plataformas e softwares e o cliente precisa adaptar os seus processos às mesmas.

Terminada essa grande experiência, fica aqui o nosso compromisso para seguir buscando novas formas de contribuir com a operação e de melhorar a experiência do cliente do transporte público.

Veja também a cobertura do Diário do Transporte para esse evento.

Acesse as fotos no nosso álbum do Facebook.

 

Brasil