SINTRAM: Gestão integrada multimodais » Empresa 1

Cases

SINTRAM: Gestão integrada multimodais

 

corredor-brt-bh

O Ótimo, consórcio responsável pela operação do transporte público da região metropolitana de Belo Horizonte, implantou em 2008 a solução de bilhetagem eletrônica da Empresa 1.

O projeto, que se mantém em constante evolução, faz a gestão integrada, em uma única central de controle de operação, de uma frota de mais de 3.500 carros que operam linhas metropolitanas e urbanas, além de parte do sistema de cobrança de usuários do metrô e do BRT da capital.

SEGURANÇA PARA VENDA E DISTRIBUIÇÃO DE CRÉDITOS

Com o foco na segurança e comodidade dos usuários de transporte público, o Ótimo construiu uma rede inteligente para distribuição e venda de créditos. Entre as tecnologias aplicadas neste processo estão o Venda Online [link] da Empresa 1, que monitora em tempo real todas as transações nos postos de venda, e o Autorizador de Transações, que garante a segurança das vendas através da centralização do processo de geração de valores no próprio sistema de bilhetagem, eliminando o armazenamento de dinheiro em terminais POS.

BIOMETRIA PARA CONTROLE DE EVASÃO

A frota operada pelo ÓTIMO está equipada com câmeras SIGOM PASS CAM para controle de uso adequado de benefícios tarifários oferecidos a população. Com mais de 500 mil cartões na rua, a solução de biometria é uma importante ferramenta para prevenção e detecção de fraude no uso de benefícios concedidos a idosos, estudantes e portadores de necessidades especiais.

 

BRT – UMA REVOLUÇÃO NO TRANSPORTE PÚBLICO EM BELO HORIZONTE

O BRT da Grande BH tem uma frota estimada em 310 veículos (172 articulados com capacidade para 144 passageiros e, 138 modelos padrão, para 100 pessoas), que circularão nas pistas exclusivas, atendendo a 46 estações de integração. Ao longo das avenidas projetadas para o sistema poderão ser agrupadas até duas estações de transferência lado a lado, sendo uma para as linhas municipais e outra para as metropolitanas, onde serão instalados os validadores para bloqueio da Empresa 1.


mais cases