27/07/2018 Transporte

Expandir a rede de venda pode aumentar a demanda de passageiros

Fazer o produto chegar de forma eficiente até o cliente é uma preocupação para várias empresas. Com o crescimento acelerado das compras pela internet e dispositivos mobile, os pontos de venda ganham reforço. Esta combinação pode ser uma boa estratégia para aumentar a demanda de passageiros no transporte público.

O cenário do transporte

Quando se fala em bilhetagem eletrônica no transporte pensamos no processo de pagamento da tarifa nos validadores antes do embarque. Esta é uma das principais etapas do processo de bilhetagem, mas um dos pontos de atenção está antes mesmo da passagem do usuário pelo validador. Estamos falando da venda do crédito eletrônico.

A redução no número de passageiros é um problema que desafia as empresas de ônibus há anos. Se olharmos pelo ponto de vista do usuário, quanto mais dificuldade ele encontrar no processo de decisão do seu meio de transporte, maior a chance de buscar alternativas que estejam mais alinhadas com sua necessidade e perfil. Na Pesquisa Mobilidade da População Urbana 2017, feita pela NTU e CNT, foram coletadas informações sobre a experiência de deslocamento de mais de 9.000 pessoas, em 35 municípios. Um dos objetivos deste trabalho foi conhecer os maiores problemas enfrentados pelos passageiros e descobrir os motivos que provocaram a substituição dos modos de transporte coletivos por outras modalidades.

Vamos olhar para alguns dos resultados da pesquisa relacionados ao que estamos falando:

O acesso ao serviço e as opções limitadas de pagamento são um problema

As opções limitadas de pagamento aparecem como uma possível causa de evasão de clientes. O percentual pode parecer pequeno frente à outras motivações, mas recuperar 3,4% da receita flexibilizando as formas de pagamento pode ser uma forma rápida e econômica de gerar uma resposta com foco na necessidade do usuário.

transporte

A pesquisa mostra também a opinião dos passageiros sobre o que precisa melhorar. A “facilidade de acesso” aparece em 6,8% das respostas. Aqui vale considerar que a dificuldade na compra do crédito pode estar associada a este fator, já que muitas vezes os usuários precisam deslocar grandes distâncias para comprar os cartões e recarrega-los. A flexibilidade do pagamento com cartões de crédito e débito também são uma demanda dos usuários, segundo a pesquisa.

pesquisa
Outro dado que nos chama a atenção no gráfico acima é o fato de que 20,8% dos respondentes falaram que não voltariam a utilizar o transporte público com a mesma frequência. Sabemos que o impacto da perda de clientes na receita é forte, e este número nos mostra que recuperar o cliente pode ser ainda mais difícil. Por isso, a importância de ouvir quem ainda é usuário do serviço e buscar meios de satisfazê-lo.

O celular é sim uma opção de pagamento para usuários do transporte

Não dá mais para negar a força das novas modalidades de pagamento associadas a dispositivos mobile. A pesquisa teve uma amostra ampla no que diz respeito ao perfil socioeconômico dos entrevistados, proporcional ao perfil socioeconômico da sociedade brasileira.

pesquisa
Dentro deste contexto, 65,8% dos respondentes afirmaram ter acesso à celular com internet.

pesquisa
E para deixar este número ainda mais expressivo, vamos olhar para o desejo destas pessoas de usar o dispositivo mobile na sua relação com o transporte público: 30,9% gostariam de um aplicativo como ferramenta de apoio.

pesquisa
Aí vem a pergunta:

Porque o pagamento da tarifa de transporte com celular ainda não é realidade nas cidades brasileiras?

A tecnologia para fazer isso acontecer já existe! A Empresa 1 desenvolveu o Sigom Mobile Pay, um aplicativo que elimina a necessidade do cartão e gera bilhetes digitais que podem ser lidos diretamente no validador. Em breve esta solução entrará em operação nas Barcas de Salvador.

Mas esta não é a única alternativa para facilitar o pagamento do transporte público. O fortalecimento da rede de venda, por meio da criação de novos postos e parceiras com estabelecimentos comerciais é uma solução acessível que potencializa o crescimento da demanda.

Parcerias podem ser um bom caminho

Alguns dos nossos clientes tem buscado este caminho. O GVBus, responsável pela operação do transporte na Região Metropolitana de Vitória é um exemplo bem sucedido.

O GVBus procurou por estabelecimentos comerciais em pontos estratégicos nas cidades onde os ônibus circulam para criar os novos postos. Mais de 70 farmácias da Rede Farmes foram cadastradas e já estão fazendo a recarga dos cartões de transporte. A estimativa é que em breve as 75 lojas da rede estejam aptas a realizar a venda.

A iniciativa beneficia mais de 85 mil usuários que utilizam essa forma de pagar a passagem.

Créditos: A Empresa 1 é especialista em transações seguras e meios de pagamento eletrônico. Acreditamos que a segurança e a conveniência dos pagamentos precisam acompanhar a evolução da tecnologia. Faz parte da nossa missão, do nosso negócio. Conheça nossas soluções para Rede de Vendas.

Brasil