27/07/2018 Saúde

Saiba mais sobre o uso de softwares de biometria facial no segmento de saúde

Reunimos neste artigo algumas informações para ajuda-lo a entender mais sobre a aplicação de softwares de biometria facial no segmento de saúde. As vantagens desta tecnologia no processo de verificação de identidade para controle de acesso em hospitais e prestadores de serviço de saúde.

#1 Quais as vantagens dos softwares de biometria facial?

A biometria facial é uma solução segura e acessível para processos de confirmação de identidade no sistema de saúde. Veja a seguir algumas características importantes para você levar em consideração no processo de tomada de decisão.

Aplicação WEB

Por utilizar uma aplicação WEB, o software de biometria facial elimina a necessidade de instalação de sistemas nos prestadores. Ou seja, diminui problemas de atualização e facilita a gestão dos pontos de atendimento.

Alto índice de Reconhecimento

Aqui vamos falar sobre a nossa tecnologia, pois só conseguimos garantir o que conhecemos. Processamos mais de 218 milhões de imagens biométricas por mês. Todos estes processamentos refletem como maturidade do sistema. Nosso software alcança o índice de reconhecimento superior a 98%, utilizando o mapeamento dos pontos da face em formas geométricas e logarítmicas.

Praticidade e conforto

Por não exigir contato físico com o usuário, a tecnologia também elimina os inconvenientes de coleta da biometria digital.

Economia

Os ganhos são muitos:

  • Utilização de webcam de mercado, que também pode ser usada para outro fim.
  • Redução de custos com uso de papel em processos operacionais de autorização.
  • Redução do impacto na Central de Atendimento.
  • Combate efetivo às fraudes por troca de identidade, evitando prestação de serviço indevida. Consideramos este o principal, visto que fraude é evasão de receita.

# 2 Quais as garantias de segurança e sigilo do sistema de biometria facial?

Existem diversas técnicas e ferramentas aplicadas no processo de segurança do sistema de biometria facial. A criptografia é uma delas. Ela funciona como um método de proteção e privacidade que cifra as imagens para que apenas seja possível visualiza-las através de uma chave de assinatura criada individualmente no processo.

Em linhas gerais, a criptografia impossibilita que um agente externo seja capaz de compreender ou visualizar a imagem. Ou seja, sem ela, mesmo que um criminoso consiga acessar a base de dados, verá apenas uma lista desordenada e aparentemente confusa de caracteres.

Este importante recurso contribui para a privacidade dos usuários e reforça o processo de segurança da informação das operadoras.

# 3 Como funciona o cadastro dos usuários no software de biometria?

O cadastro no sistema de biometria facial pode ser feito a partir de fotos cadastrais já existentes no banco de dados da operadora. Esta fotos terão a qualidade avaliada pelo software de biometria facial, ou pode ser feita a captura de uma nova foto cadastral no momento da primeira utilização. Para este cadastro, basta uma webcam de mercado. Nos atendimentos seguintes, o sistema passa a verificar a elegibilidade facial do beneficiário, comparando a imagem de cadastro com a foto coletado no momento da utilização do serviço.

A cada atendimento o sistema faz a inclusão de novas fotos, alimentando o processo de aprendizagem. Desta forma, o cadastro se mantém permanentemente atualizado, eliminando a necessidade de recadastramento.

envelhecimento

# 4 É possível enganar o software de biometria facial?

Apesar das variações da face ao longo do tempo, o rosto humano possui uma composição única, que é interpretada pelos aplicativos de reconhecimento facial.

Para cada imagem coletada no processo de verificação de identidade o sistema gera um template próprio, chamado de FIR (Facial Identification Record), baseado em pontos que analisam a ligação de traços e medidas da face. Desta forma, o sistema garante que duas pessoas tão parecidas, como o caso de gêmeos, sejam reconhecidas pelo sistema e a cada uma delas seja associado um código único. O sistema também conta com recursos que impedem que uma foto impressa, ou até mesmo no celular, seja reconhecida pela câmera. Tudo para garantir a segurança e o alto nível de reconhecimento.

seguranca da comparacao

Veja o Oneself na Prática – Projeto Casu

Brasil