27/07/2018 Saúde

Integração e implantação de um sistema de biometria facial no segmento de saúde

Os processos biométricos são usados há séculos como instrumento para verificação e identificação de pessoas. Com o tempo e o avanço tecnológico, as soluções de biometria amadureceram e se tornaram mais acessíveis, com aplicação mais próxima da nossa realidade.

A biometria facial, que usa a face do indivíduo como fonte de dados para geração de uma identidade única, acompanhou esta evolução e é hoje um dos modelos mais atrativos e promissores. Os primeiros algoritmos de reconhecimento facial aplicavam modelos geométricos simples e limitados. Muito diferente dos modelos atuais, reconhecidos como uma ciência de representações matemáticas sofisticadas e processos de comparação complexos. Um poderoso e eficiente recurso de identificação.

Desde que a biometria facial surgiu já se pensava em diversas formas de utiliza-la, na maioria das vezes associando seu uso à questões de segurança.

A partir daí podemos chegar na primeiro resposta para a questão tema deste artigo: “Como a biometria facial pode trazer mais segurança e eficiência para os negócios e para as pessoas”

  • A biometria facial é considerada uma senha única de cada indivíduo. Com a aplicação da tecnologia de reconhecimento por biometria facial em processos do nosso dia a dia podemos fazer a identificação de forma eficiente e segura, eliminando a necessidade de senhas alfanuméricas ou cartões-chave.

A biometria facial pode ser utilizada em qualquer segmento onde seja necessária a etapa de identificação. Alguns exemplos práticos: reconhecimento de clientes em sistemas de saúde, autenticação de identidade em bancos, controle de acesso em locais de entrada restrita, entre outros. A necessidade de aumentar o nível da segurança e fazer a verificação de identidade fez com que diversos setores de negócio buscassem este recurso. Como o conjunto de medições do rosto é único para cada pessoa, a precisão do reconhecimento facial é sempre muito alta.

Mas não é só de segurança que vamos falar aqui, precisamos chamar atenção para outro ponto importante, a automação de processos. Muitas vezes a etapa de identificação ainda acontece com uso de outros tipos de biometrias menos eficientes, como por exemplo, a digital, ou de forma manual, o famoso “cara crachá”. O que deixa uma brecha enorme, para erros (sim, errar é humano) e para fraude.

O ganho de eficiência operacional e possível redução de custos com o uso da biometria facial é mais um benefício que merece destaque.

  • Normalmente, os processos de identificação para controle de acesso estão associados à necessidade de uma estrutura de recursos humanos. A maioria das empresas usa gente para controlar gente. Isso pode significar filas e baixa capacidade de atendimento, que por sua vez significam alto custo e perda de receita. Se bem utilizadas, soluções de biometria facial podem trazer agilidade e diversificar a capacidade do negócio.

Mas não são só as organizações que ganham com a biometria facial. Os usuários também são beneficiados.

  • A biometria do rosto é uma forma menos intrusiva para quem precisa ser identificado. Ao ser usada, por exemplo, para substituir uma senha, ela elimina um processo que gera atrito para muitas pessoas, o controle de senhas e a necessidade constante de usar inúmeros documentos de identificação.

 Na prática

Agora que já listamos algumas das vantagens desta tecnologia, é importante que entenda um pouco como funciona a biometria na prática. Independente do tipo de biometria, necessariamente, existirão as três etapas a seguir:

  1. Captura:quando é feita a coleta da amostra biométrica do indivíduo.
  2. Extração: quando são identificadas informações únicas do indivíduo a partir da amostra coletada. Essas informações são convertidas para um padrão e armazenadas.
  3. Comparação: quando os dados adquiridos no processo de captura são comparados com os que estiverem sendo apresentados posteriormente no sistema de identificação por biometria.

Ao buscar uma solução para seu negócio você precisa demandar uma solução completa, fácil de ser integrada ao seu processo e rápida. Pois afinal, apesar destas três etapas existirem, quando falamos em automação estamos falando de um processo ágil e quase imperceptível para quem usa.

Outro ponto de atenção é a escolha do tipo de biometria. Apesar de tratarmos neste artigo a biometria facial como ponto central, montamos uma tabela comparativa entre diferentes métodos de biometria para te ajudar na compreensão das características e vantagens desta biometria em detrimento das demais.

comparativo entre os tipos de biometria

Experiência com resultado

Agora já compartilhamos informações para apoia-lo no seu processo, queremos compartilhar um pouco da nossa experiência com a biometria facial.

Nossa história começou em 2007, quando a tecnologia ainda era pouco acessível e percebida como uma inovação muito grande para ser usada de forma ampla. Certos de que era apenas uma questão de aprendizagem, enfrentamos as dificuldades iniciais e começamos a investir no potencial que ela poderia trazer para nossos clientes.

O primeiro desafio foi levar a solução para o segmento de transporte público, para combater a fraude com a validação da identidade dos usuários de benefício no momento do uso do serviço. Uma estratégia que deu muito certo e vem gerando resultados incríveis, evitando prejuízo e moralizando o uso do benefício no segmento.

Com mais de 70 grandes projetos na carteira usando nossa solução de biometria facial, processando mais de 200 milhões de imagens por mês, nossa experiência se consolidou. Confiantes no potencial da solução, em 2015 lançamos um produto sob medida para o segmento de saúde, usado por operadoras e prestadores de serviço para fazer a identificação dos clientes antes do atendimento.

Para conhecer um pouco mais dos nossos cases, acesse aqui:

Brasil