17/09/2018 Transporte

Benefícios da integração entre a bilhetagem eletrônica e telemetria

Sistemas de bilhetagem eletrônica e telemetria são recursos indispensáveis para manter a operação do transporte público saudável. Apesar de terem funções distintas e gerarem resultados diferentes, os benefício da integração entre estas soluções pode potencializar os ganhos do operador de transporte.

De quais benefícios estamos falando? Economia, eficiência e qualidade do serviço.

O ganha ganha da integração

A integração entre sistemas é uma grande tendência. Ela gera benefícios para as empresas de tecnologia, assim como para os usuários destas soluções. Do nosso lado, como provedores tecnológicos, otimizamos a produção, ganhamos agilidade e mais capacidade de inovação. Já os nossos clientes, ganham flexibilidade, soluções completas e a oportunidade de ter mais resultado gastando menos.

Outro grande ganho é a integração de dados. Deixar de ter sistemas completamente independentes que não conversam entre si, para operar com troca de dados e otimização dos processos operacionais.

Por isso, trabalhamos para transformar a família de produtos Sigom em uma solução central, preparada para receber e integrar com outras plataformas e dispositivos. A integração entre os validadores SPX700 e o sistema de telemetria da SS Telemática é um exemplo deste tipo de iniciativa. Neste caso, o validador embarcado assume o papel de hardware de telemetria, capaz de:

  • Coletar dados dos sensores de ignição, embreagem, acelerador, RPM e velocidade.
  • Fazer o processamento das regras de operação, sem necessidade de computador de bordo.
  • Centralizar a comunicação com a central de operação.
  • Fazer a emissão de alertas e eventos sonoros ao motorista.

A imagem abaixo ilustra os indicadores que podem ser monitorados a partir desta integração.

Validador embarcado assume o papel de hardware de telemetria

Esquema com validador e indicadores de monitoramento da telemetria

Como a integração pode gerar eficiência e economia?

Além te todas as funções acima, ao usar o validador como hardware de telemetria é possível:

  1. Manter apenas 1 chip de dados, o do validador, para atender os dois sistemas. Ou seja, o custo fixo da operação diminui.
  2. Reduzir a necessidade de investimento para aquisição, instalação e manutenção dos equipamentos embarcados.

A utilização do validador multifuncional como dispositivo de integração não é novidade para a Empresa 1. Já fazemos isso com sistemas de gestão de frota, através da função AVL. Agora, com a telemetria, conseguimos reduzir ainda mais o custo dos nossos clientes com equipamentos a bordo. A economia para as empresas de transporte pode chegar a 50%. Resumindo, o retorno do investimento é rápido e efetivo.

Nesta conta é importante incluir os ganhos efetivos com o monitoramento da telemetria, que são muitos:

  • Redução dos custos operacionais (aumento de vida útil de peças e componentes);
  • Redução significativa do consumo de combustível;
  • Redução de acidentes e consequentemente ações judiciais;
  • Aumento da qualidade do nível de serviço prestado;
  • Aumento de receita;
  • Informação precisa em tempo real.

Além dos benefícios financeiros não podemos deixar de ressaltar a eficiência da operação e a qualidade do serviço. Estes dois atributos estão diretamente relacionados. A educação dos motoristas a partir dos dados telemétricos é direta e assertiva. Por sua vez, motoristas capacitados oferecem uma viagem mais segura e tranquila para os passageiros.

No site da SS Telemática você vai encontrar mais informações sobre o sistema de telemetria, além de diversos materiais sobre a melhor forma de fazer o monitoramento da frota. Se você quer entender mais sobre os indicadores telemétricos que citamos acima, vale a penar conferir o artigo “Indicadores de gestão de frota: sucesso garantido.”

Brasil